20/06/2016

Folha da Região: Novos cursos da Funepe são aprovados.

Autor: Monique Bueno

Fonte: Jornal Folha da Região, publicado em 19 de junho de 2016.

A Funepe (Fundação Educacional de Penápolis) reuniu a imprensa, na manhã de ontem (18 de junho), para anunciar novos cursos, dentre eles, o de medicina. O curso com a etapa mais adiantada é o de bacharelado em educação física. Segundo o diretor pedagógico, Wanderli Bastos, já houve a aprovação do Conselho Estadual de Educação, com autorização para a abertura do vestibular. “Vai ser no final deste ano e as aulas começam no primeiro semestre de 2017”, disse. São 60 vagas para o período noturno.
 
Em seguida, está o curso de bacharel em direito, que teve o projeto pedagógico aprovado pelo conselho, recentemente. O próximo passo consiste na avaliação das instalações da Funepe por uma comissão de especialistas do órgão estadual.  “A gente acredita na autorização do vestibular também para o fim deste ano, com início das aulas para o próximo semestre.” O curso, com ênfase na área do agronegócio, terá 60 vagas no período noturno, durante dez semestres. 
 
“Há uma demanda municipal e regional por esse curso, com centenas de estudantes que saem diariamente para estudar nas cidades vizinhas”, explicou Bastos, ao lembrar que a fundação tentou, por duas vezes (1994 e 2007) obter o direito, mas não foi bem-sucedido. 
 
Por fim, o diretor, ao lado de membros da Funepe, informaram que a fundação possui um projeto pedagógico do curso de medicina em tramitação no conselho, desde outubro de 2015.  “É uma carreira supervalorizada e a demanda existe no País inteiro. Entendemos que a implantação da medicina vai alavancar todo o sistema de saúde municipal e regional”, comentou.
 
Se aprovado, o curso contará com 80 vagas, em período integral. “O projeto já passou por duas etapas do Conselho Estadual de Educação. Acreditamos que, em agosto deste ano, esse curso vai estar na mesma fase do direito, com o projeto aprovado, com vestibular estimado para janeiro de 2018.” No próximo ano, a intenção é investir na construção de um novo campus, voltado à área da saúde. O investimento previsto para o prédio e montagem dos laboratórios é de aproximadamente R$ 20 milhões. 
 
Bastos afirma contar com o envolvimento de vários setores da cidade para arrecadar esse montante. “Nesse momento, os responsáveis pela fundação estão na captação dos investimentos.”  No caso do curso de direito, a fundação prevê investir mais R$ 100 mil nos próximos meses. Em relação à educação física, a Funepe já destinou recursos para a montagem de laboratórios, com a aquisição de peças de anatomia, entre outras. O corpo docente dos três cursos já está montado, com mestres e doutores de Penápolis e região.
 
MENSALIDADE
Questionado sobre os valores das mensalidades, Bastos diz não poder informar, por ser da área pedagógica. “Será um valor acessível porque a fundação não visa lucros. As mensalidades são exclusivamente voltadas à manutenção e investimentos na instituição”, completou. Além disso, a fundação possui política de convênios com empresas, sindicatos e entidades de classes, que possibilita 50% de desconto aos alunos ligados a esses setores.
 
Além de Bastos, participaram da coletiva de imprensa o presidente da Funepe, Cledivaldo Donzelli, gerente-administrativo da fundação, Márcio Borges, vice-diretora da faculdade, Fabiana Ortiz, coordenadora do curso de direito, Thábata Veronese, e o prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira (PSDB).