06/05/2016

Cinquentenário: FUNEPE E INTERCÂMBIO CULTURAL (Oswaldo Vianna)

Autor: Oswaldo Vianna

 

Quando do pedido de instalação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras junto ao Conselho Estadual de Educação, procurou-se demonstrar àquele órgão que uma Faculdade de Filosofia em Penápolis não iria servir somente a esta cidade, mas também, e principalmente, a todo centro-oeste paulista.

De fato, dos 193 alunos que passaram no primeiro vestibular da F.F.C.L. de Penápolis, nos seus diversos cursos, 75% eram provenientes das cidades vizinhas. Assim, já estaria a nossa escola servindo àquilo a que se propusera. Todavia, não paramos por aqui. Uma vez consolidada a instalação de seus cursos, iniciou-se uma nova etapa, que jamais esteve esquecida...

Locomovendo-se para outras cidades da região, promovendo cursos, conferências, exposições etc., para, mais eficazmente, realizar sua missão de Escola Regional. Dando início a essa fase, a Funepe promoveu em Birigui, em colaboração com a Prefeitura daquela cidade, uma Exposição de Pintura do então renomado pintor japonês KIKUJI SHIMODA, com início em 21 de janeiro de 1968. Tal iniciativa teve a mais viva acolhida do Sr. Mário Crem, então Prefeito de Birigui, que muito se entusiasmou com essa promoção de intercâmbio cultural entre as duas cidades.

E assim a Faculdade de Filosofia de Penápolis esteve sempre presente nas cidades vizinhas, ora promovendo cursos, ora conferências ou exposições, mantendo-se sempre atuante, servindo efetivamente as cidades da região.

Neste ano em que comemoramos o cinquentenário da FUNEPE é um bom momento de recordarmos esses fatos, especialmente para o  conhecimento  da  atual  geração, principalmente  dos seus alunos e  colaboradores, diretores, funcionários e professores.