11/12/2014

FUNEPE conquista linhas de financiamentos e novo curso

A FUNEPE terá muitas novidades para o ano de 2015. Além de agora oferecer os principais financiamentos estudantis do país, a instituição terá também o curso de Agronomia com duração de 4 anos.   

Com relação a esse curso novo, o presidente da fundação, Cledivaldo Aparecido Donzelli, revela que o projeto já está aprovado, mas carece do parecer final que autorizará sua abertura. As aulas teóricas serão ministradas no atual prédio da faculdade e as práticas em instituições parceiras, com as quais os gestores estão estabelecendo parcerias.

Para facilitar a entrada de novos alunos em qualquer um de seus cursos, a instituição participará de diversos programas oficiais, como Prouni, Escola da Família, Pronatec e Fies, depois de fechados termos de convênio com o Ministério da Educação e a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

A liberação dos financiamentos foi possível depois de um árduo processo de regularização fiscal da instituição, que culminou com a obtenção da Certidão Negativa de Débitos (CND). Isso foi viabilizado inicialmente pela homologação da lei federal 12.810 de 15/05/2013, que autorizou as prefeituras a renegociarem dívidas fiscais de instituições públicas municipais. Com isso, após conversas e contrapartidas, a administração municipal assumiu uma dívida de aproximadamente R$ 8 milhões da fundação junto ao INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), valor que será amortizado mês a mês do Fundo de Participação do Município. Como contrapartida, a FUNEPE concedeu à Prefeitura bolsas de estudos entre 50% e 100%, as quais serão administradas pela Secretaria Municipal de Educação. Resultante da negociação, foi realizada a transferência do patrimônio, passando então a prefeitura a ser proprietária da sede da fundação, avaliada em R$ 10 milhões. No entanto aquela fez cessão de direito real de uso por 49 anos, podendo ser ampliados pelo mesmo período.

Soma-se a isso o fato de a FUNEPE também ter parcelado uma dívida de R$ 2 milhões referente  ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), junto à Caixa, obtendo então o CRF (Certificado de Regularidade do FGTS).

 

Faculdade passa por revitalização acadêmica

O diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Wanderli Bastos, revela que a FAFIPE passa por uma revitalização de sua grade. A fundação se associou a AIMES (Associação das Instituições Municipais de Ensino Superior) que possibilitou fechar convênio com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano) para os cursos de pós-graduação presenciais e a distância.

Ao todo serão 10 presenciais como: Direito Tributário, Finanças, Marketing, Operações e Logísticas, Enfermagem e Saúde Pública, Dança e Consciência Corporal e Gestão e Qualidade de Alimentos, além de mais de 100 cursos no sistema a distância.

Também foi conquistado o recredenciamento da instituição pelo prazo de cinco anos, sendo este o termo máximo de concessão. Para isso, foi necessário passar por uma rigorosa avaliação feita pelo Conselho Estadual de Educação. 

 

DESCONTOS

Para facilitar o acesso à instituição são oferecidos descontos aos alunos da faculdade, em que todos os pagantes pontuais têm direito a 25%. A faculdade trabalha com a margem de concessão entre 25 e 100%, dependendo do convênio em que o aluno esteja vinculado, sendo que no critério próprio e no da prefeitura é avaliada a condição socioeconômica familiar do candidato.

Além dos descontos por pontualidade, a fundação também firmou parcerias com diversas empresas, associações e prefeituras da região. Entre elas estão a ACE (Associação Comercial e Empresarial), o Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista), Sindicato Rural, Santa Casa de Misericórdia de Penápolis, Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e as prefeituras de Penápolis, Barbosa e Alto Alegre.