23/08/2021

FUNEPE ANUNCIA PROJETO DE INCLUSÃO ATRAVÉS DE NÚCLEO PEDAGÓGICO

A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – FAFIPE, mantida pela Fundação Educacional de Penápolis – FUNEPE, anuncia a criação do Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Diversidade (NAID) dentro do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). A implantação do NAID surge a fim de assegurar os direitos das pessoas com deficiência de acesso ao ensino superior e preparar os docentes da Faculdade para atender todos os estudantes com deficiência e transtornos de aprendizagem matriculados, além de disponibilizar todos recursos de Tecnologia Assistiva que garantam a acessibilidade em todos os cursos oferecidos pela instituição.

Segundo o diretor do CECH, o professor mestre Cledivaldo Donzelli, esta ação visa atender às necessidades dos estudantes referentes aos recursos de acessibilidade e programas de enriquecimento curricular que favorecem a sua participação, aprendizagem e prosseguimento dos estudos. “O NAID buscará articulação com diversos órgãos federais, estaduais, municipais, empresas e organizações não governamentais, além de buscar e manter parcerias para ações e encaminhamentos referentes ao apoio às pessoas com necessidade de atendimento diferenciado”, informa o professor.

O projeto visa garantir a acessibilidade arquitetônica como a presença de rampas, banheiros adaptados, elevadores adaptados, piso tátil, entre outras, em todos os campi da FUNEPE. Além disso, a instituição também promoverá a acessibilidade programática divulgando informação, conhecimento e a aplicação dos dispositivos legais e políticas relacionadas à inclusão e à acessibilidade de estudantes com deficiência na educação superior. Assim, o processo de seleção visará garantir a acessibilidade desde a elaboração do edital, deixando claro os recursos que poderão ser utilizados pelo vestibulando com deficiência no momento da prova, bem como os critérios de correção a serem adotados pela comissão do vestibular e também toda a estrutura necessária.

“Estamos buscando com o Núcleo ampliar cada vez mais os horizontes para que a educação superior alcance a todas as camadas da sociedade e grupos que precisam ser incluídos em nossa realidade educacional, por isso, assumimos o compromisso de aplicar a Lei de Libras e Decreto de Acessibilidade para garantir a acessibilidade nas comunicações da instituição com a presença do intérprete ou guia intérprete na sala de aula, além de fomentar a oferta de cursos de Libras à comunidade escolar e interessados em geral” explica Cledivaldo.

O projeto ainda prevê a acessibilidade digital em todos os cursos da FAFIPE por meio da obtenção de acervos bibliográficos em formato acessível ao estudante com deficiência (prioritariamente os de leitura obrigatória) e utilizar diferentes recursos, ajudas técnicas e tecnologia assistiva, para que os estudantes tenham acesso à informação e ao conhecimento independentemente de sua deficiência.

A diretora geral da FAFIPE, Fabiana Ortiz Tanoue de Mello, acrescenta que a criação do Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Diversidade vai ao encontro ao momento de expansão que a instituição está vivendo, “é cada vez mais importante que a Faculdade projete ações de acessibilidade em sua estrutura organizacional e física, pois isso abre possibilidades para que mais pessoas com necessidades especiais tenham a mesma qualidade de educação e acesso ao ensino superior de excelência que a FUNEPE oferece”.