21/07/2021

PROFESSOR DA FUNEPE É CONVOCADO PELA SELEÇÃO BRASILEIRA DE RUGBY EM CADEIRA DE RODAS

O profissional de educação física Rafael Botelho Gouveia, professor do curso de Educação Física da Fundação Educacional de Penápolis (FUNEPE),  foi convocado na segunda-feira, 12, para retomar as atividades presenciais da Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas (ABRC), instituição máxima da modalidade no Brasil, filiada ao Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a International Wheelchair Rugby Federation (IWRF). Rafael atua pela segunda vez como técnico da Seleção Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas.

A convocação que ganhou evidência no cenário nacional visa a reunião técnica de planejamento e retomada dos trabalhos da equipe, que acontecerá presencialmente no Rio de Janeiro entre os dias 12 e 15 de agosto. Segundo o técnico, encontros online já vinham ocorrendo com os atletas nos últimos meses abordando metodologias de treino, avaliação física, tática, entre outras necessidades. “O primeiro encontro vai acontecer somente com a comissão técnica que fará a vistoria no Centro de Treinamento onde os treinamentos acontecerão neste retorno inicial. O trabalho desenvolvido neste momento é de suma importância, pois os protocolos e todo o processo de treinamento serão planejados pelos profissionais da comissão técnica”, informa Rafael. Tanto o técnico quanto os integrantes da equipe já estão devidamente imunizados para voltar aos encontros presenciais.

A coordenadora técnica da seleção, Samara Seiler, que está acompanhando as atividades desde o início, fala com empolgação sobre a volta, “este encontro é fundamental para o retorno seguro e a continuidade do trabalho realizado pelo Rafael e toda equipe da comissão técnica. Ele vem conduzindo os treinos on-line com excelência, e não temos dúvida que todo protocolo, trará a segurança e toda confiança que este momento necessita. A seleção está de volta para os desafios que estão por vir”, ressalta. 

 

DESTAQUE

Para o coordenador do curso de Educação Física da FUNEPE, Lucas Agostini, o destaque deste retorno fica para o aluno Lucas Gonçalves, que também estará no Rio atuando como estagiário. “O Lucas está no 8º semestre de Educação Física e é orientando do professor Rafael no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Vejo que é uma ótima oportunidade para ele viver essa experiência e obter destaque em seu futuro profissional.” Gonçalves já possui conhecimento na ferramenta de análise de jogo que a comissão utiliza há um tempo. Além disso, essa experiência de estágio permitirá que ele tenha melhor percepção de todo o trabalho desenvolvido in loco com a equipe.

 

EXPECTATIVA

Os sentimentos de expectativa e ansiedade tomam conta do aluno Lucas. Segundo ele, a convocação foi motivo de surpresa, mas de muita gratidão. “Estarei ao lado de profissionais que são referência na área e por isso tenho muito a crescer. São oportunidades como essa que mostram que estou no caminho certo e que me motivam ainda mais a dar continuidade em minha formação”, diz o jovem de 22 anos, que afirma o quanto tem sido essencial o aprendizado que vem adquirindo junto ao seu professor e orientador.

O técnico Rafael conta que neste primeiro encontro da equipe, espera-se desenvolver um bom protocolo de bipha anti-covid19 e capacitar a comissão técnica na ferramenta de análise de jogo, a fim de preparar a equipe para as próximas competições. “Já temos um torneio em vista na Colômbia em novembro e a eliminatória do Mundial em janeiro de 2022, agora vai ser intenso”, finaliza.

 

QUALIDADE

Agostini enaltece a equipe de professores do curso e afirma que a formação dos alunos de Educação Física da FUNEPE é de alta qualidade, “diversos dos nossos professores, assim como Rafael, têm grandiosas experiências e passagens por instituições acadêmicas e esportivas renomadas no cenário nacional, e quem ganha com isso são os nossos alunos”. Segundo o coordenador, há sempre muitas trocas de experiências entre os docentes, e toda a gestão do curso se beneficia com essas parcerias.