13/05/2011

Medula Óssea: Campanha cadastra mais de 300 doadores de medula

Autor: Assessoria de Imprensa

Movidas pela solidariedade, mais de trezentas pessoas se cadastraram como doadores voluntários de medula óssea em Penápolis.

A campanha de cadastramento de doadores de medula óssea realizada em Penápolis dia 10, por meio de parceria entre o Hemocentro de Marília, a Funepe – Fundação Educacional de Penápolis e a FASSP – Faculdade de Saúde São Paulo, cadastrou 334 voluntários.

O cadastramento aconteceu no Centro de Saúde e nos campus das faculdades durante o dia e à noite. O movimento foi intenso em todos os horários, principalmente à noite. “Na última edição da campanha eu quis muito me cadastrar, mas como só aconteceu durante o dia não consegui. Desta vez estou feliz porque à noite eu pude comparecer e ajudar ao próximo”, afirmou Vania Cristina de Moraes, cidadã de Penápolis que se cadastrou na Funepe.

Para os organizadores, a presença da população nos postos de cadastramento mostrou que as pessoas venceram os medos e preconceitos que envolvem a doação de medula óssea e dificultam a campanha. “Aos poucos vamos construindo novos conceitos na mente da população. Quando vemos as pessoas se voluntariando para ajudar outras, entendemos que nosso trabalho vale a pena”, afirmou Vânia Cláudia Pereira Figueiredo, da Funepe.

Os dados das pessoas cadastradas serão inseridos no banco de dados do REDOME, o registro nacional de doadores de medula óssea. Caso algum dos cadastrados seja compatível com os pacientes que precisam de medula, será contatado pelo REDOME para doar.